Conheça as histórias bíblicas mais fascinantes e aumente o seu conhecimento das Escrituras. Aprenda algumas histórias super conhecidas, outras pouco contadas e reflita sobre personagens e episódios marcantes da Bíblia. Descubra a grande História de Deus através de toda a narrativa bíblica e compreenda como todas as histórias apontam para Jesus Cristo.

Além disso, preparamos para você algumas perguntas para reflexão e textos de referência para leitura adicional, em cada história. Leia e medite nas histórias da Bíblia... há sempre muito mais para descobrir!

18 Histórias para ler e meditar

Deus criou o mundo - Resumo da criação

📜 Referência Bíblica: Gênesis 1:1 - 2:3

O primeiro versículo da Bíblia nos conta uma coisa fascinante: Deus já existia antes do princípio, antes de tudo que conhecemos no universo. Ele é o grande Criador do mundo e de tudo que nele há. Deus criou a luz, as águas, os céus, a terra, os astros celestes, os peixes, pássaros, animais domésticos, animais selvagens, os répteis... Todos e cada tipo de animal foi ideia e criação Dele.

Por último, mas não menos importante, Deus criou as pessoas. Com o pó da terra formou o homem e soprou dando-lhe vida. Este foi Adão. Ele era diferente dos animais, porque fora feito com semelhanças do próprio Criador e recebeu Dele o fôlego de vida.

Imagem alusiva ao Jardim do Éden, com animais e o homem convivendo em paz
Jan van 't Hoff - Gospelimages.com

Em seguida, Deus fez Adão adormecer e tirou uma das suas costelas. Com ela criou a mulher, Eva. Esta seria amiga, esposa e companheira de Adão. A criação da humanidade agora estava completa. O homem já não estava sozinho. Eles eram lindos e puros. Também receberam de Deus a capacidade de amar, pensar, adorar e criar.

Deus descansou, depois de ter terminado toda a sua criação. Não porque estivesse cansado, mas porque Ele tinha terminado uma obra muito importante. Ele viu tudo que fez e considerou muito bom! Com isso, Deus nos ensina a descansar também. Ele quer que tiremos um tempo para descansar e pensar nele e na Sua criação.

💡 Para reflexão: Deus é o soberano criador e sustentador do universo

  • Se um amigo nos preparasse um lar lindo e aconchegante para uma temporada, qual deveria ser a nossa atitude para com ele?
  • Acha que Deus se preocupa com o nosso bem-estar? Quais são as evidências disso na criação?

🔎Medite e leia: Jeremias 32:17, Salmo 19, Hebreus 3:4, Romanos 11:36


Deus criou a luz

📜 Referência Bíblica: Gênesis 1:1-5

Dia 1: Deus criou o universo e o mundo onde vivemos. Antes disso não havia nada, nem mesmo luz. A terra era sem forma e vazia, até que o Espírito de Deus agiu. Deus comandou e a luz veio a existir. Ele viu que a luz era boa e separou a luz da escuridão. O Senhor chamou a luz dia e a escuridão de noite. Passou a tarde, veio a manhã e este foi o primeiro dia.

💡 Para reflexão: Sem Deus, o mundo estava em trevas

  • Que tipo de luz seria essa, já que a luz do sol só foi criada no 4º dia?
  • Quais áreas da sua vida precisa da luz de Deus?

🔎Medite nisto e leia: 1 João 1:5-9; João 8:12, Salmos 119:105


Deus criou o céu e as águas

📜 Referência Bíblica: Gênesis 1:6-8

Dia 2: Depois disso, Deus criou o céu e a água. Ele separou as águas: a que estavam acima da terra da água que estava na terra e colocou o céu entre elas. Essa camada de ar (a nossa atmosfera) contém vários gases necessários para proteção da terra. Sem o ar e a água dificilmente teríamos qualquer tipo de vida na terra. Deus chamou de céu o firmamento acima da terra e este foi o segundo dia.

💡 Para reflexão: Deus tem controle sobre as águas e o céu

  • Pense em nuvens, vento, chuva, céu e clima. Que milagres Deus fez nesses aspectos?
  • Jesus é fonte de águas vivas. Que dificuldades ou sequidão você tem enfrentado?

🔎Medite nisto e leia: Marcos 4:37-4, Isaías 12:3, João 4:14


Deus criou a terra e as plantas

📜Referência Bíblica: Gênesis 1:9-13

Dia 3: Deus criou a terra seca e as plantas. Neste dia, Deus fez aparecer a terra seca. Ele separou a terra do mar e criou também a vegetação. A criação ordenada do mundo onde vivemos começou a adquirir mais cores e beleza à medida que ia sendo desenvolvida. Montanhas, rochedos, vales, cavernas, praias, gramados, árvores, folhas, flores e frutos, tudo sendo preparado para a chegada da humanidade.

💡 Para reflexão: Deus é a rocha que sustenta toda a criação

  • As plantas precisam de sol para sobreviver. Mas este só fora criado no 4º dia. De onde terá procedido a luz para iluminar a vegetação?
  • Quem se satisfaz da Palavra de Deus (se alegra e medita nela) é bem-sucedido como uma árvore plantada perto de correntes de água (frutífero, folhas perenes) - Salmos 1:1-3.

🔎Medite nisto e leia: Lucas 8:4-15, Salmos 18:2, Mateus 16:16-18; João 15:5, Mateus 7:24-27


Deus criou o sol, a lua e as estrelas

📜 Referência Bíblica: Gênesis 1:14-19

Dia 4: No quarto dia Deus fez o sol, a lua e as estrelas. Deus sabia que a terra precisaria desses astros como fonte de luz e calor para sobreviver. Antes deste dia já existia algum tipo de luz, mas o Senhor fez o sol para reger o dia e a lua e as estrelas para brilharem à noite. Por causa disso, podemos marcar as estações do ano, também conseguimos nos orientarmos no tempo e no espaço, além de ter os benefícios das marés, por exemplo.

💡 Para reflexão: Deus é o nosso sol e escudo

  • Quando olhamos para o céu noturno podemos considerar a majestade de Deus. Se ainda não o fez, pensando na grandeza de Deus, gaste uns minutos fazendo isso hoje.
  • Os céus apontam para a história de Deus. Por mais magníficos que sejam o sol, a lua e as estrelas, não devemos adorá-los (Deut. 4:19). Devemos adorar somente Aquele que os fez.

🔎Medite nisto e leia: Salmos 84:11; Filipenses 2:14-16, Salmos 19:1-6; Jó 9:7-10


Deus criou os pássaros e peixes

📜Referência Bíblica: Gênesis 1:20-23

Dia 5: Neste 5º dia Deus criou os pássaros e os peixes. Deus encheu os oceanos e mares com peixes e diversos tipos de criaturas marítimas. Ele também fez todas as espécies de aves que povoam os céus e a terra. Além disso, Deus lhes deu capacidade de se reproduzirem e multiplicarem-se. Como nos outros dias, o Senhor viu que eram boas as coisas que tinha feito até ali.

💡Para reflexão: Deus é infinito na sua criatividade e majestade

  • O que veio 1º: o ovo ou a galinha?
  • Deus dá proteção ao seu povo, como uma ave protege seus filhotes

🔎Medite nisto e leia: Mateus 13:47, Salmo 50:11a, Lucas 13:34, Salmo 91:4, Isaías 40:31
Deus cuida até do passarinho, também cuida de você:

Observem as aves do céu, que não semeiam, não colhem, nem ajuntam em celeiros. No entanto, o Pai de vocês, que está no céu, as sustenta. Será que vocês não valem muito mais do que as aves?
- Mateus 6:26


Deus criou os animais e seres humanos

📜Referência Bíblica: Gênesis 1:24-31; 2:7,18-24

Dia 6: No último dia da criação, Deus criou os animais e as pessoas. Ele fez os animais que vivem na terra (anfíbios, répteis e mamíferos): os selvagens e os animais domésticos. Tudo estava sendo preparado para as criaturas mais especiais da criação: o homem e a mulher.

A humanidade é diferente dos restantes animais porque somos feitos à imagem e semelhança de Deus. Primeiro Deus fez o homem, Adão, depois da sua costela, criou a mulher, Eva. Deus fez as pessoas com um propósito claro: para termos um relacionamento de amizade e paz com Deus. Nós O glorificamos se vivemos perto Dele, nessa parceria especial. Deus viu que era muito bom tudo o que tinha feito neste dia.

💡Para reflexão: Deus criou os humanos para serem especiais em sua criação

  • Nós fomos criados à imagem de Deus, por isso somos preciosos para Ele!
  • Deus nos colocou como cuidadores dos animais e da natureza. O que você pode fazer para cumprir essa missão?
  • Deus disse que não era bom o homem estar só. Não fique sozinho: busque boas companhias.

🔎Medite nisto e leia: Salmo 139:13-16, Lucas 12:6-7, Jó 35:11, Salmo 8:3-9, 1 Coríntios 15:44


Deus descansou

📜Referência Bíblica: Gênesis 2:1-3

Dia 7: Depois de criar o mundo em seis dias, Deus descansou no sétimo. Dessa forma, Ele nos ensinou que é importante descansarmos e considerar todas as maravilhas que Deus fez. A obra de criação do Senhor foi perfeita. O último dia foi separado para refletir sobre o que Ele havia completado e que era muito bom. Todo o universo fala por si mesmo, não havia nada a acrescentar, tirar ou corrigir. Tudo refletia a grandeza, beleza e perfeição de Deus.

💡 Para reflexão: Nosso Deus concede paz e descanso espiritual

  • Quando terminou a sua obra de criação, Deus olhou tudo e ficou muito satisfeito. Ele ficou contente por ter criado você!
  • Deus não se cansa (Isaías 40:28), mas Ele fez assim para nos dar o exemplo. Você precisa de descansar!

🔎Medite nisto e leia: Salmos 19:1-4, Salmos 23:1-2, Mateus 11:28-29, Êxodo 20:8-11, Salmo 148

Veja também a História da Criação em formato infantil


Caim e Abel

📜Referência Bíblica: Gênesis 4:1-16

Depois que Adão e Eva foram expulsos do jardim do Éden, eles encontraram um outro lugar para morar onde poderiam cultivar e criar animais. Eles tiveram filhos ali. Caim, o mais velho, era agricultor e Abel, o mais novo, foi pastor de ovelhas. Depois de certo tempo, ambos foram apresentar uma oferta ao Senhor. Caim ofereceu um presente dos frutos da terra e Abel ofereceu as primeiras e melhores crias do seu rebanho.

Deus ficou contente com a oferta trazida por Abel, mas não se agradou de Caim, nem da sua oferta. Por isso Caim ficou irado e com a cara fechada. Então o Senhor lhe perguntou: — Por que você ficou irritado e com essa cara fechada, Caim? Se você agir bem, também não será aceito? Mas se agir mal, o pecado ficará à porta, a espera para lhe atacar. Ele quer lhe destruir, mas você deve dominá-lo.

Certo dia, Caim chamou o seu irmão para irem ao campo. Abel foi com ele e, de repente, Caim atacou o irmão e o matou.

Caim mata seu irmão Abel
Jan van 't Hoff - Gospelimages.com

O Senhor perguntou: — Caim, onde está o seu irmão?
Caim respondeu: — Não sei. Por acaso sou o guarda do meu irmão? Então Deus insistiu: — O que é que você fez, Caim? O sangue que você derramou do seu irmão, clama a mim desde a terra. Por isso, você é amaldiçoado pela terra que se abriu para receber o sangue de Abel. Quando você cultivar o solo ele não voltará a lhe dar a sua riqueza. E você vai anda perdido e errante pelo mundo.

Caim respondeu: — O meu castigo é muito maior do que eu possa suportar! Se me expulsa desta terra para viver como um foragido, terei que fugir de todos. Qualquer pessoa que me encontrar poderá me matar. Mas Deus lhe disse: — Não será assim. Quem lhe matar será vingado 7 vezes. E o Senhor pôs-lhe um sinal, para que não pudesse ser morto por quem o encontrado.

Então Caim afastou-se da presença de Deus e foi viver em Node, a leste do Éden.

💡 Para reflexão: Deus vê e sabe tudo que acontece

  • Um abismo chama outro abismo. Que atitudes Caim teve até provar ser totalmente rebelde diante de Deus?
  • Caim ofereceu algo que não agradou a Deus. Mas não aproveitou a oportunidade de obedecer e corrigir (Gênesis 4:7). Em vez disso, ele ficou zangado quando descobriu que Deus não aceita qualquer tipo de adoração e matou o seu irmão. Que sentimentos podemos identificar em Caim? E em Abel? Que sentimentos há hoje no seu coração?

🔎Medite nisto e leia: Hebreus 11:4, Gênesis 4:7


A Torre de Babel

📜Referência Bíblica: Gênesis 11:1-9

Depois que Noé e sua família saíram a arca, Deus planejou que eles repovoassem a terra e se espalhassem. Porém, os homens tornaram-se orgulhosos e arrogantes. Todos os povos da terra falavam uma só língua. Eles decidiram ficar juntos e encontraram um lugar amplo e plano, no vale de Sinar (Mesopotâmia). E convidavam uns aos outros para assarem tijolos para construírem uma grande cidade e uma torre tão alta cujo topo tocasse os céus.

Essa era a maneira pela qual eles esperavam se tornar célebres e gloriosos em toda a terra. Porém essa megaconstrução e o ambicioso projeto de massificar e unificar a população não deu prosseguimento. O Senhor interviu nos planos orgulhosos. Ele confundiu a linguagem de todos, fazendo com que falassem línguas diferentes.

A torre de Babel - Deus confunde a língua dos povos
Jan van 't Hoff - Gospelimages.com

Assim, Deus os dispersou por todos os lugares. E então, eles deixaram de construir a cidade, tamanha era a confusão causada por tantas línguas diferentes. Aquela cidade foi chamada de Babel, que significa confusão, pois ali Deus misturou as línguas de toda a terra.

💡 Para reflexão: Os planos de Deus são maiores que os nossos

  • As pessoas decidiram por si mesmas, sem nenhuma consideração por Deus e sua vontade. Como você toma suas decisões?
  • A autossuficiência, ambição e orgulho humanos são ilusórios. Deus é que detém o controle sobre todas as coisas! Submeta a Ele todos seus planos e sonhos. O Senhor lhe dirigirá.

🔎Medite nisto e leia: Salmos 127:1, Provérbios 16:18, Tiago 4:6-10, Provérbios 13:10


Deus chama a Abraão

📜Referência Bíblica: Gênesis 12:1-9

Deus decidiu escolher um homem: Abrão. Através dele planejou começar uma nova nação, que seria chamada povo de Deus. O Senhor disse para Abrão deixar a sua terra (Harã) e seus parentes e viajar para um lugar que Ele lhe mostraria. Abrão obedeceu e partiu da terra em que morava, levando consigo a Sarai, sua esposa e Ló, seu sobrinho.

Imagem de Abraão olhando para o céu estrelado - promessa, aliança com Deus
Jan van 't Hoff - Gospelimages.com

Deus fez promessas a Abraão, pediu para que contasse as estrelas se fosse capaz. Seria assim: incontável a descendência dele. Também disse que seu nome seria grande e que o mundo inteiro seria abençoado através dele e da nova nação que viria dele. Abrão creu em Deus e construiu-lhe um altar. Ele tinha uma fé verdadeira e em Deus e isso fez toda a diferença.

💡 Para reflexão: Todos no mundo, algum dia, seriam abençoados por Deus através da família de Abrão

  • Fé significa acreditar que algo é verdade mesmo que tudo mais seja contrário.
  • Deus prometeu fazer uma grande nação de um homem idoso com uma esposa estéril. Que grande milagre! Deus fez o impossível, fazendo nascer uma nação de um casal improvável.

🔎Medite nisto e leia: Tiago 2:17, Hebreus 11:1,Gênesis 22:17-18

Veja essa história também em formato infantil: Deus escolhe a Abraão


Abraão e Ló

📜Referência Bíblica: Gênesis 13:2-18

Depois de sua incursão pelo Egito, Abrão foi para o Neguebe com sua esposa e Ló, seu sobrinho. Mas eles tinham muitos bens, de modo que a terra não poderia comportar todos os seus rebanhos juntos. O tio e sobrinho já não poderiam mais viver um na companhia do outro. Então, para resolver o problema, Abraão deu a Ló o direito de escolher uma área para si. Ele ficaria com a porção que sobrasse. Ló escolheu a terra mais bonita e fértil, as campinas do Jordão, que eram como um jardim bem regado. Assim, Ló se mudou para perto de um lugar onde viviam muitas pessoas más, Sodoma. Abrão foi morar numa terra menos vistosa, mas Deus o abençoou, prometendo que toda aquela terra (Canaã) um dia seria dele e de seus descendentes.

💡 Para reflexão: Faça escolhas cuidadosas, porque elas têm sempre consequências

  • Abrão demonstrou bondade e humildade ao dar o direito de escolha primeiramente ao sobrinho. Ele poderia ter ordenado que o outro fosse para longe sem se importar. Cuide da sua família.
  • Ló viu que o vale do Jordão era exuberante e verde. Ele tomou uma decisão importante baseado nas aparências. Como você toma suas decisões?

🔎Medite nisto e leia: Provérbios 3:5-6, Provérbios 19:21, Mateus 6:33, Tiago 1:5


O nascimento de Isaque

📜Referência Bíblica: Gênesis 22:1-8

Há muito tempo Deus escolheu abençoar o mundo construindo uma nação. Para isso Ele escolheu um homem chamado Abrão para iniciar esse povo. Deus mandou Abraão olhar para o céu e disse que os seus descendentes (filhos, netos, bisnetos, tataranetos...) seriam incontáveis como as estrelas do céu. Abraão creu em Deus e Ele se agradou disso.

Porém, Abrão e Sara eram já muito velhos. Eles se perguntavam como Deus faria isso acontecer porque a cada dia ficavam mais velhos e não tinham gerado nenhum filho juntos. Mas Deus cumpriu a Sua promessa! Quando Abraão tinha 100 anos e Sara 90, eles tiveram um filho e deram-lhe o nome de Isaque. Este nome significa riso, que foi resultado da alegria concedida por Deus.

Imagem de Sara e Abraão já velhos segurando um bebê nos braços
Jan van 't Hoff - Gospelimages.com

Eles amavam Isaque e amavam a Deus. Estavam alegres porque acreditavam que através daquele menino Deus cumpriria a promessa feita.

💡 Para reflexão: A fé de Abraão foi testada quando o Senhor lhe pediu que sacrificasse Isaque

  • Qual o seu nível de disposição em entregar (sacrificar) tudo a Deus?

🔎Medite nisto e leia: Gênesis22:1-18, Hebreus 11:17-19, Salmo 37:5


Abraão e Isaque

📜Referência Bíblica: Gênesis 22:1-18, Hebreus 11:17-19

Deus novamente testou a fé de Abrão. Ele pediu que Abraão sacrificasse Isaque sobre um altar. Normalmente a devoção era feita com sacrifício de um animal (cordeiro ou cabrito) mas agora, Deus disse: "— Tome seu único filho, a quem você ama e ofereça-o em sacrifício, numa montanha em Moriá".

Este era um pedido muito difícil, pois significava que Abraão teria de oferecer a vida do seu precioso filho a Deus. Mas apesar desse pedido parecer horrível, Abrão entendia que Deus sempre faz o que é certo. Se ele obedecesse, Deus faria o melhor no final. Talvez pensou que Deus poderia até deixar Isaque morrer, mas tinha todo poder para ressuscitar o seu filho. Ele creu em Deus. Sim, mesmo sem entender, Abraão obedeceu a Deus.

Quando pai e filho chegaram no topo da montanha indicada, eles começaram a construir o altar e Isaque perguntou pelo animal que seria sacrificado. Abraão disse: "— Deus proverá o cordeiro, meu filho". Só ele sabia o que Deus lhe tinha pedido.

Imagem de Isaque sobre o altar do sacrifício e Abraão sofrendo com a faca na mão
Jan van 't Hoff - Gospelimages.com

Quando tudo estava pronto para a hora do sacrifício, Abraão deitou o filho sobre a lenha do altar. Quando Abraão pegava na faca, para dar o golpe fatal, o Anjo do Senhor gritou do céu: — "Abraão! Abraão não toque no rapaz! Não lhe faça mal algum. Agora sei que você teme a Deus de fato. Não me negou nem mesmo seu filho, seu único filho!"

Então Abrão se levantou e viu um carneiro preso nos arbustos e sacrificou-o no lugar de seu filho.

💡 Para reflexão: A fé de Abraão foi testada quando o Senhor lhe pediu que sacrificasse Isaque
Provavelmente já compreendia que Deus era superior e moralmente distinto dos deuses pagãos que exigiam sacrifícios humanos. Mas só pôde confirmar isso nos instantes finais...

  • Para Abraão não foi fácil tomar a decisão de obedecer a Deus, neste nesta situação tão difícil. O que terá pensado Abraão com este pedido?
  • Qual o seu nível de disposição em entregar (sacrificar) tudo que mais ama a Deus?

🔎Para meditar, leia: Gênesis 22:1-18, Hebreus 11:17-19, Salmo 37:5


Abraão e Melquisedeque

📜Referência Bíblica: Gênesis 14:17-24

Depois da guerra de quatro reis contra cinco, Ló foi levado cativo junto com sua família e seus bens pelos reis vitoriosos. Mas Abrão perseguiu aqueles reis e venceu-os com 300 homens capazes, nascidos em sua casa. Assim ele libertou-os e trouxe de volta seu sobrinho, sua família, bens, além do povo de Sodoma e Gomorra que também tinha sido levado preso. Depois de Abraão ter derrotado os inimigos, o rei de Sodoma foi ao seu encontro no Vale de Savé.

Ali, Abraão encontrou com Melquizedeque, rei de Salém e lhe deu o dízimo de tudo. Melquisedeque, trouxe-lhe pão e vinho. Ele era Sacerdote do Deus Altíssimo e abençoou Abrão: — Bendito seja Abrão pelo Deus Altíssimo, Criador dos céus e da terra. E bendito seja o Deus Altíssimo, que entregou seus inimigos em suas mãos." (Gênesis 14:19-20)

Imagem de Abraão e Melquisedeque - pão e vinho sobre a mesa
Jan van 't Hoff - Gospelimages.com

💡 Para reflexão: Rei e sacerdote aponta para O Rei eterno - Jesus Cristo

  • Melquisedeque - rei de Justiça e paz - é uma figura de Cristo, o Sumo-Sacerdote e Rei dos reis.
  • O sacerdócio dos levitas teve fim, mas o de Cristo é superior, único e perfeito

🔎Medite e leia: Salmo 110:4, Hebreus 7


Jesus abençoa as criancinhas

📜Referência Bíblica: Marcos 10:13-16

Certa vez, algumas pessoas levaram crianças para serem abençoadas por Jesus. Ele não se sentiu incomodado com a presença dos pequeninos, nem considerou que fosse uma má atitude ou uma superstição daquelas pessoas.

Mas alguns de seus discípulos, querendo poupar Jesus daquele eventual desconforto, repreendia-os por essa atitude. Era natural, aos olhos humanos, que um mestre (rabino) tão importante como Jesus, não fosse importunado por crianças. Ainda mais naquele tempo, em que os mais novos não eram vistos como atualmente.
Mas para Jesus, aquelas crianças foram consideradas como preciosas.

Jesus não afastou as criancinhas, pelo contrário, ficou indignado com os discípulos por terem aquela atitude. Ele disse: Deixem que as crianças venham a mim. Não as impeçam, pois o reino de Deus pertence aos que são como elas. Eu lhes digo a verdade: quem não receber o reino de Deus como uma criança de modo algum entrará nele". Marcos 10:14-15

Jesus abençoa as crianças - imagem de Jesus cercado de crianças
Jan van 't Hoff - Gospelimages.com

💡 Para reflexão: Jesus ama e se importa com as crianças.
Cada uma delas tem valor inestimável e devem ser sempre direcionadas para Deus.

  • Independentemente da idade, Deus ama a cada um. Ele deseja que grandes ou pequenos, façamos parte do seu Reino com a dependência, confiança e simplicidade de uma criança.
  • As crianças não são inocentes, como sabemos, mas são humildes, simples, crentes e dependentes. Mesmo assim, não é isso que lhes tornam perfeitas. Elas precisam ser dirigidas a Cristo para pertencerem ao Reino de Deus. Conduza as crianças do seu entorno a Jesus.

🔎Medite e leia: Mateus 18:1-4, Mateus 11:25, Colossenses 3:20


A Parábola da ovelha perdida

📜Referência Bíblica: Lucas 15:3-7

Essa história contada por Jesus ilustra bem o amor de Deus ao resgatar os perdidos (Lucas 15:3-7). Certo homem possuía 100 ovelhas e tendo se perdido 1 delas, então deixou as 99 no deserto e foi em busca da ovelhinha perdida até encontrá-la.
Quando a encontrou, colocou-a sobre os ombros, cheio de alegria! Foi para a casa e convidou seus amigos e vizinhos para festejar a pela ovelha resgatada.

Do mesmo modo Jesus esclarece que há alegria no céu por um pecador que se arrepende e volta para os braços do Pai, pastor e Senhor. Há mais alegria por 1 pecador arrependido do que por 99 justos que não têm que se arrepender.

Parábolas de Jesus - imagem de um pastor carregando uma ovelha - ovelha perdida
Jan van 't Hoff - Gospelimages.com

💡 Para reflexão: Cada pessoa é especial e tem valor inestimável para Deus.

  • Deus deseja que todos se arrependam e se voltem para Ele.
  • Ore pelas ovelhas perdidas. Há muitos que precisam ser trazidos de volta ao rebanho de Deus.

🔎Medite e leia: Mateus 3:8, Lucas 5:32, Provérbios 28:13, Atos 17:30, Ezequiel 18:32


A História de Deus

Você conhece a História de Deus? A Bíblia é, de fato, a grande história redentora de Deus. Mas você só conseguirá visualizá-la, se conseguir encontrar Deus no pano de fundo de todas narrativas bíblicas.

Normalmente, olhamos para a Bíblia e vemos várias histórias separadas, muitos livros e vários personagens diferentes, de modo que não conseguimos enxergar um fio condutor que una tudo. Na realidade, todas as histórias registradas na Bíblia fazem parte de um quadro maior: a grande História de Deus. A Bíblia toda é uma grande história redentora e unificada de Deus.

Ao obter a compreensão geral das Escrituras é que conseguimos conhecer a maravilhosa história do Deus Criador. Esta é uma versão básica e muito rápida da história de Deus através da Bíblia. Leia e reflita:

A Grande História de Deus na Bíblia

📜Referência: Toda a Bíblia

Desde o início o Senhor escreve a sua história, e mesmo que você acredite ou não, nós todos fazemos parte dela. Tudo inicia com Deus criando um lar perfeito e aconchegante para a humanidade. Após fazer coisas tão especiais, que refletem a sua bondade, Ele criou-nos a nós, conforme a Sua própria imagem. Deus amava-nos como seus filhos e deu-nos tudo que precisávamos.

O plano era que andássemos juntos do Senhor e cuidássemos de tudo que Ele fez, com amor e gratidão. E assim foi por um tempo. Contudo, as primeiras duas pessoas, Adão e Eva, falharam nesse objetivo. Deus tinha um inimigo, e este enganou Adão e Eva. Fez com que acreditassem que não precisavam de Deus. Que poderiam cuidar de si mesmos, conhecer tudo sem dar satisfações a Deus. Rejeitaram ao Criador como seu Rei e Senhor.

Assim, se afastaram de Deus dando ouvidos à serpente e a si próprios. Quando comeram do fruto, que Deus havia proibido, o homem e a mulher morreram espiritualmente. E fisicamente também morreriam, pouco a pouco, caminhavam para o fim. Toda a terra foi amaldiçoada com a entrada do pecado no mundo.

Deus ficou decepcionado com isso, mas essa decisão não o pegou de surpresa. Ele já havia preparado um caminho alternativo para o grande problema do pecado. Um descendente da mulher pisaria a cabeça da serpente, isto é, destruiria a influência do Inimigo no mundo, e restauraria o Reino de Deus tal como no princípio.

Imagem de um calcanhar ferido pisando a cabeça da serpente
Jan van 't Hoff - Gospelimages.com

Essa foi uma maravilhosa promessa, mas Eva e Adão foram expulsos do paraíso. Agora a vida não seria tão fácil. O trabalho árduo, a dor, o sofrimento, a violência e a morte seriam o pagamento pela sua má decisão, de viverem independentes de Deus.

O tempo passou, a maldade se multiplicou por todo o mundo. Destruição e morte foram o resultado do pecado de todos, mas ainda havia a promessa de esperança de um Salvador. Deus escolheu um homem, o chamou e prometeu que, através da sua descendência, seriam abençoadas todas as famílias da terra. Abraão creu e isso o justificou perante Deus.

A história prosseguiu com o filho, Isaque, e 12 netos do patriarca Abraão. A fé foi o diferencial para essa família. Mesmo com seus erros, Deus manteve a sua promessa. Livrou-os da escravidão num país estrangeiro (Egito) e deu-lhes a terra que havia prometido. De uma só família Deus estabeleceu a nação de Israel.

O Senhor ensinou claramente como o seu povo deveria viver para Ele. Registrou a Lei e todos os seus mandamentos para que seu povo aprendesse e vivesse de modo puro e fiel, que lhe agradasse.

Imagem de Moisés abraçado às tábuas da Lei

Líderes, juízes e profetas importantes se levantaram para dirigir o povo, mas a promessa do grande Libertador ainda era aguardada pelos mais fieis. Da linhagem de um desses, o rei Davi, Deus prometeu que viria o Prometido (Messias), o Príncipe da Paz, que teriam um reino eterno.

Contudo, mesmo o povo escolhido por Deus pecava, se afastando do Senhor e das Suas orientações. A nação de Israel foi punida pelas suas más decisões e acabou por ser capturada por outras nações. Foi levada cativa, o que fazia lembrar ainda mais a promessa do Grande Salvador que viria, o Emanuel, Deus presente conosco.

Depois de um tempo de silêncio, a promessa se cumpriu! A Palavra de Deus encarnou e veio habitar junto das pessoas para ensiná-las na prática toda a vontade de Deus. Jesus é o Prometido (Cristo), nascido milagrosamente de uma virgem para salvar a todos do pecado e do poder do Mal. Ele é O Prometido desde o início. Jesus não só cumpriu toda a Lei de Deus, como também é o Caminho que nos conduz à Verdade e Vida de Deus.

Jesus pagou o preço da justiça de Deus, recebendo em Si mesmo o castigo da Ira divina pelos pecados.

Imagem de Jesus sendo golpeado, carregando a cruz a caminho do Gólgota

Por isso, Ele morreu de forma maldita, numa cruz, no lugar de todos os pecadores, dando oportunidade de salvação. Mais uma vez Deus oferece uma oportunidade de perdão aos que creem no seu amor e sacrifício. Como prova de seu poder sobre a vida e a morte, o Senhor Jesus ressuscitou ao terceiro dia.

Todos os seus seguidores viram-no ressurreto. Essa era a confirmação de que tudo que Ele disse e fez era a verdade. Ele cumpriu de fato a promessa de Deus desde o início. E aguarda que aqueles que ouvem a sua Palavra creiam e aceitem de coração a sua oferta de amor.

Ele deseja nos salvar do juízo que virá. Será o castigo final, condenando o pecado e todos os inimigos de Deus. Aqueles que O rejeitarem também serão punidos, mas Cristo, amorosamente, oferece um lugar protegido junto Dele aos que creem.

Seus apóstolos anunciaram essa mensagem: o Evangelho (boas notícias) de Salvação de Jesus, ao ponto de pagarem com a própria vida. Todos que, ao longo da história creram no Senhor Jesus Cristo, viverão na eternidade com Deus, no paraíso que Ele tem preparado, tal como no início de tudo.

Neste lugar maravilhoso que Cristo nos foi preparar, na mansão celestial, viveremos sob a Luz de Deus, sem necessidade de nenhum sol ou estrela. Ali não haverá mais choro, dor, aflição nem morte, pois a nossa satisfação e alegria serão plenas e eterna na presença do Senhor.

Agora, todos nós que ouvimos essa maravilhosa história, não podemos ficar alheios. Não podemos ficar indiferentes a essa genuína história de amor.

Imagem de um velho pai abraçado ao seu filho com roupas esfarrapadas

Precisamos dar um passo em direção ao Salvador, compreendendo que Ele é o autor da vida. Que Ele nos ama com amor incondicional. Sim, Cristo nos chama à fé e adoração verdadeira. E, este amor e confiança no Salvador Jesus permitem ao crente nascer de novo. Recebendo a vida que foi perdida no Jardim do Éden.

💡 Para reflexão: Você faz parte da História de Deus!

Já decidiu se vive à sua maneira ou conforme a vontade de Deus? Pense nisso e decida...

🔎Para meditar: Sempre que ler a Bíblia lembre-se que Deus é o seu autor e ator principal. No final das contas, é tudo sobre e para a glória de Deus. É Ele quem conduz a história humana e assim vai revelando a Sua própria história de amor. Esta linda e empolgante história está disponível a todos. Ela pode ser conhecida através do olhar atento para o texto bíblico, o que permitirá a compreensão geral da Bíblia.

Assista também este vídeo sobre a História da Bíblia:

Também pode lhe interessar:

Histórias em formato infantil