Deus, na pessoa de Jesus Cristo, veio ao mundo ao encontro do ser humano.

Enquanto as muitas religiões pregam que cabe às pessoas irem ao encontro da Divindade (religare), o Deus da Bíblia age diferente: é Ele que vem ao encontro do Seu povo. Parece loucura, não é? O Deus soberano vindo ao encontro de criaturas, tão pequenas e falhas... Impensável. Mas, sim! Veja como a lógica de Deus é totalmente diferente. 

1. Deus vem encontrar-nos desde o princípio

Ao ouvirem a voz do Senhor Deus, que andava no jardim quando soprava o vento suave da tarde, o homem e a sua mulher se esconderam da presença do Senhor Deus, entre as árvores do jardim.
Gênesis 3:8

Desde Gênesis vemos que o "encontro com Deus" foi um costume iniciado por Ele mesmo. Provavelmente, todos os dias no final do dia, ao pôr do sol, Deus costumava encontrar-se com Adão e Eva.

O jardim do Éden era um lugar lindo e empolgante. Possivelmente, o homem partilhava com Deus o que tinha feito no seu dia, as novidades das suas descobertas, criações, motivações, etc... Também ouvia os ensinos e conselhos do Senhor, tal como um Pai amoroso num passeio em família.

Mas com a Queda, por causa da desobediência, o homem foi separado de Deus. Os encontros já não eram constantes. O pecado já tinha se instalado no coração do homem.

2. Deus veio ao encontro das famílias da terra

No capítulo 12 de Gênesis, vemos que Deus escolheu um homem e lhe fez promessas. O objetivo do Seu plano era abençoar todas as famílias da terra.

Abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; em ti serão benditas todas as famílias da terra.
Gênesis 12:3

Apesar de a humanidade ter escolhido seguir o seu rumo, distante da presença de Deus, Ele vem ao nosso encontro pela Sua bondade. Prometeu esperança para todas as nossas famílias, começando por Abraão e seus descendentes.

3. Deus veio libertar o seu povo da escravidão

Eles insistiram: "O Deus dos hebreus veio ao nosso encontro..."
Êxodo 5:3a

Passaram muitos anos e os descendentes de Abraão foram para o Egito. Lá viveram durante 430 anos e foram escravizados. Mas Deus viu a sua opressão e veio ao seu socorro (Êxodo3:7-9). Enviou a Moisés e Arão para falar com o Faraó do Egito. Eles insistiram pela liberdade do povo. O seu maior argumento era que Deus tinha vindo ao encontro do seu povo.

A aproximação de Deus trouxe liberdade ao povo de Israel e impactou o Egito descrente. O braço forte do Faraó que mantinha o povo na escravidão, não se manteve vigoroso para sempre. Ele e todo o Egito tiveram que se dobrar, sendo quebrados pelo braço do Todo-poderoso Deus, o SENHOR (YHWH)

As 10 pragas e o milagre no Mar Vermelho eram sinais de que a companhia de Deus fez toda a diferença entre os egípcios e os descendentes de Abraão. Deus provou que se estiver no meio do seu povo, eles vão gozar de libertação e paz. Assim também acontece nos dias de hoje: o Senhor te liberta e livra do mal.

4. Deus oferece a possibilidade para o encontro

Deus andou no meio do seu povo. Ora como coluna de fogo durante as noites frias, ora como nuvem durante os dias quentes no deserto (Êxodo 13:22). A presença de Deus, na tenda do Encontro (Êxodo 33:7) também era uma realidade acessível aos que desejavam encontrar-se com Deus:


Moisés costumava montar uma tenda do lado de fora do acampamento; ele a chamava Tenda do Encontro. Quem quisesse consultar a Deus ia à tenda, fora do acampamento.
Êxodo 33:7

Posteriormente, através da Lei e dos profetas, Deus revelou-nos inúmeras possibilidades de aproximação. De fato, Ele nunca fechou a porta aos piedosos. O Senhor nunca se escondeu de quem O buscasse de coração:

Voces me buscarão e me encontrarão, quando me buscarem de todo coração - Jeremias 29:13-14

Vocês me buscarão e me acharão quando me buscarem de todo o coração.
Serei achado por vocês, diz o Senhor, e farei com que mude a sorte de vocês.
Jeremias 29:13-14a

A decisão de muitos na história foi rejeitá-Lo, infelizmente, dando lugar ao pecado nos seus corações. Assim, sendo "senhores" de si mesmos, se tornavam cada vez mais distantes do Senhor. Por outro lado, vários homens e mulheres fieis buscaram-No e foram transformados pelo relacionamento de proximidade com Deus. Veja alguns exemplos no Antigo Testamento:

  • Noé - homem justo e bom, que andava com Deus
  • Abraão - o pai na fé, que peregrinava na companhia do Senhor
  • Moisés - que falava com Deus como alguém fala ao seu amigo
  • Josué - o servo aprendiz e vitorioso guerreiro
  • Ana - a estéril mãe de filhos
  • Samuel - o menino e profeta que ouviu a voz de Deus
  • Elias - o profeta que não morreu
  • Eliseu - o profeta que fez inúmeros milagres pelo poder de Deus
  • Rute - a estrangeira que entrou para a linhagem real
  • Davi - o pequeno pastor e rei achado como homem segundo coração de Deus
  • Jeremias - o profeta de fé e lágrimas que mantinha sua esperança em Deus
  • Sadraque, Mesaque e Abdnego - amigos que andaram com Deus na fornalha de fogo
  • Isaías - o profeta evangelista que proclamou diversas vezes a vinda do Cristo...

5. O encontro perfeito

Apesar dos muitos encontros esporádicos, Deus desejava habitar no meio do seu povo continuamente. Este era o plano de Deus desde a eternidade: ter comunhão constante com os que O buscam. Por isso, Ele próprio viria ao encontro da humanidade, na pessoa de Jesus Cristo.

Natal de Jesus

Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu. O governo está sobre os seus ombros, e o seu nome será: "Maravilhoso Conselheiro", "Deus Forte", "Pai da Eternidade", "Príncipe da Paz".
Isaías 9:6

O nascimento de Jesus foi o marco na história da humanidade. O tempo dos homens foi dividido em antes e depois da sua 1ª vinda ao mundo. Jesus é o Pai da eternidade, sem princípio ou fim, entrou na nossa história em determinado tempo para tornar possível a comunhão plena com Deus.

O Salvador da humanidade é 100% Deus e 100% homem. Incompreensível em simplicidade e amor, baixando ao nosso nível, tornou-se humano para falar a mesma língua dos homens.

Leia aqui: Plano de Leitura Bíblica para o Natal

Palavra encarnada

E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai.
João 1:14

O Deus amigo e presente vem ao nosso encontro através da Sua Palavra. Jesus é a mensagem principal de paz e esperança do Cristianismo. Ele trouxe boas notícias e o real sentido para as nossas vidas. Ele é a Palavra Viva de Deus, que se projetou ao mundo trazendo glória, significado e vida aos homens de boa vontade.

Deus conosco

"A virgem ficará grávida e dará à luz um filho, e lhe chamarão Emanuel" que significa "Deus conosco".
Mateus 1:23

Jesus Cristo é o Deus forte que veio "tabernacular" conosco. Não mais em tendas ou em templos feitos por mãos humanas, o Senhor veio em carne para conviver com seu povo de forma real e simples. Nascido de uma virgem, Jesus é o Deus presente. É também o maior presente que o mundo poderia receber do Pai celestial.

A rejeição do Príncipe da Paz

Deus não força a porta de entrada. Ele não nos obriga a nos encontrarmos com Ele. Com toda bondade e paciência, Cristo ainda se sujeitou à possibilidade de ser rejeitado. Muitos não aceitaram seu convite amoroso...

Veio para o que era seu, e os seus não o receberam.
Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que creem no seu nome, os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus.
João 1:11-13

Como sabemos, muitos religiosos e pessoas dedicadas a fé tiveram a oportunidade de encontrar-se com Cristo, mas não o fizeram.

Ainda hoje essa história se repete. Muitos agem e pensam ser filhos, mas, são apenas criaturas de Deus. Somente aqueles que recebem a Cristo verdadeiramente e à Sua Palavra, recebem também o poder de serem filhos do Altíssimo Deus.

Deus vem ao nosso encontro

Jesus veio, uma 1ª vez para nos dar vida, através da sua morte. Depois dessa obra maravilhosa de amor, entrega e resgate, Jesus voltou para a Glória. Mas Ele não desistiu de estar em nossa companhia! Ele foi para nos preparar lugar junto dele eternamente. A vontade do Eterno Deus trino é estar para sempre junto dos seus amados.

Enquanto isso aguardamos o cumprimento da sua promessa de que virá para nos levar para Ele. Jesus Cristo virá outra vez aqui para nos buscar. Contudo, não nos deixou órfãos neste tempo:

E eu pedirei ao Pai, e ele lhes dará outro Consolador, a fim de que esteja com vocês para sempre:
é o Espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê, nem o conhece. Vocês o conhecem, porque ele habita com vocês e estará em vocês. Não deixarei que fiquem órfãos; voltarei para junto de vocês.

João 14:16-18

Através do Seu Espírito Santo, Deus continua presente conosco. E ficará para sempre, até que Cristo volte. Deus continua querendo manter sua visitação e presença conosco:

Sabemos que o Filho de Deus veio... 1 João 5:20 - imagem de um caminho vindo do céu estrelado

E sabemos que o Filho de Deus veio e nos deu entendimento para que conheçamos ao Deus verdadeiro. Agora, vivemos em comunhão com o Deus verdadeiro, porque vivemos em comunhão com seu Filho, Jesus Cristo. Ele é o Deus verdadeiro e é a vida eterna.

Encontre-se com Deus!

Contrariamente ao que muitos pensam, que são os homens que (1º) vão ao encontro de Deus, na Bíblia vemos que a história é diferente. É o próprio Deus que vem ao encontro do seu povo. A iniciativa é sempre Dele. Cabe a nós respondermos humildemente ao seu convite de graça.

E, você aceita encontrar-se com Jesus Cristo hoje?

Também pode te interessar: