Toda mulher cristã é uma guerreira, mas o que isso significa? No contexto militar, uma guerreira é uma mulher treinada para lutar e derrotar seus inimigos, utilizando força e estratégia. Ela enfrenta o perigo com coragem, para defender sua causa. Uma guerreira não foge da luta.

Elas são guerreiras porque lutam pela causa de Cristo, pelo evangelho que procura conquistar almas. E a guerra em que estão é bem real.

A verdadeira luta é espiritual

Finalmente, fortaleçam-se no Senhor e no seu forte poder. Vistam toda a armadura de Deus, para poderem ficar firmes contra as ciladas do Diabo, pois a nossa luta não é contra seres humanos, mas contra os poderes e autoridades, contra os dominadores deste mundo de trevas, contra as forças espirituais do mal nas regiões celestiais. Efésios 6:10-12

Nossa verdadeira luta não é contra pessoas, exércitos nacionais nem partidos políticos. Nossa luta é contra as forças espirituais do mal, que escravizam nosso mundo.

A Bíblia ensina que o Diabo é nosso inimigo e quer nos destruir. Ele odeia tudo que é de Deus e faz tudo para estragar Sua criação. Todos os pecadores que não foram salvos por Jesus estão debaixo do domínio do Diabo. Onde o pecado reina, o Diabo reina. E um dos objetivos do cristão é participar da destruição desse reino das trevas, com a implantação do Reino de Deus.

O Diabo e os demônios que o seguem são como um exército bem estruturado, com hierarquia e estratégia para causar destruição. Eles promovem o mal e o pecado, para que as pessoas continuem debaixo de escravidão, sem conhecer a verdade libertadora sobre Cristo. Essas forças espirituais são os inimigos contra quem lutamos.

Felizmente, nós também pertencemos a um exército. Na cruz, Jesus conquistou vitória total contra o mal. Quando uma pessoa se converte, arrependendo-se de seus pecados e reconhecendo Jesus como seu salvador, Deus tira essa pessoa do reino das trevas e o torna cidadão do Céu. O inimigo já não tem direito sobre ela! Mais um pouco do Reino de Deus é estabelecido.

A luta contra o pecado

Outra parte da batalha espiritual é a luta contra nossa velha vida, dominada pelo pecado. Quando aceitamos Jesus, recebemos perdão total e nos tornamos filhos de Deus, mas isso não nos torna imunes à tentação. Até mesmo Jesus, que nunca pecou, foi tentado!

A tentação é uma inimiga perigosa. Ela nos apresenta o pecado como uma coisa boa e agradável, mas na verdade é uma armadilha. Quando pecamos, abrimos uma brecha em nossa armadura espiritual e nos tornamos mais vulneráveis a outros ataques do inimigo.

Vencer a tentação é mesmo uma batalha! Exige disciplina, estratégia, sabedoria, oração e muita confiança em Deus. Mas, com a ajuda de Deus, você pode se tornar cada vez mais forte nessa luta. E, quando você sofre uma derrota, Deus está do seu lado para lhe ajudar a levantar e lutar outra vez.

Mulheres cristãs também lutam

Assim como a salvação está aberta a todos, tanto homens quanto mulheres, Deus também chama a todos para lutar nessa guerra. Os homens não batalham sozinhos. As mulheres lutam lado a lado com eles.

Uma guerreira cristã não precisa de muita força física nem de saber usar uma metralhadora. As armas com as quais lutamos não são humanas (2 Coríntios 10:4). Nós lutamos com armas espirituais e, em Jesus, temos poder para vencer.

Se você ama Jesus, você é uma guerreira no exército de Deus. Você tem a responsabilidade de se preparar para a guerra, mas não vai lutar sozinha. Deus lhe dá irmãos e irmãs que lutam do seu lado. A igreja é onde as tropas se reúnem. Não se esqueça de se apresentar para o serviço.

A força que vem de Deus

Então Ana orou assim: Meu coração exulta no Senhor; no Senhor minha força é exaltada. Minha boca se exalta sobre os meus inimigos, pois me alegro em tua libertação. 1 Samuel 2:1

Apesar de sermos chamadas para lutar, a vitória não depende de nossa própria força. Somente em Deus encontramos o poder para vencer.

Para alcançarmos a vitória na batalha espiritual, precisamos vestir toda a Armadura de Deus e seguir nos passos de Jesus. Quando colocamos toda nossa confiança em Deus, ele nos reveste de força e nos capacita a lutar contra as armadilhas espirituais. Mesmo quando estamos em situações impossíveis de vencer, Deus tem poder para nos libertar.

A guerra pode se tornar violenta e o caminho duro de seguir, mas, se nos mantermos firmes em Jesus, ele nos sustentará. No fim, veremos a salvação de Deus e participaremos da vitória.

Seja uma guerreira, não desista da luta e Deus estará sempre com você.