Na Bíblia, Gratidão é a qualidade de reconhecer e valorizar as dádivas recebidas. A vida, a saúde, a família, os talentos, as capacidades, os amigos, a fé, enfim, tudo que temos e somos, nos foi dado. A Palavra de Deus incentiva-nos sempre a ser agradecidos ao Senhor.

Sejam gratos em todas as circunstâncias, pois essa é a vontade de Deus para vocês em Cristo Jesus.
- 1 Tessalonicenses 5:18

A gratidão por aquilo que temos recebido é fundamental para estabelecer uma relação autêntica com Deus e uma convivência harmoniosa com as pessoas à nossa volta. Por isso, é tão importante que a pessoa agradecida manifeste sua gratidão por meio de palavras ou ações.

O reconhecimento e a valorização pelos benefícios recebidos por Deus aparecem em inúmeros contextos na Bíblia. A confissão, o louvor e adoração são algumas dessas manifestações expressas de gratidão a Deus.

No Antigo Testamento, o termo hebraico תּוֹדָה (to.dah), que significa "ação de graças", tem 30 ocorrências. Outro relacionado é o יָדָה (ya.dah), que significa "agradecer", "dar graças" ou "confessar", e aparece 110 vezes no Velho Testamento.

Quando vocês oferecerem um sacrifício de gratidão ao Senhor, ofereçam-no de maneira que seja aceito em favor de vocês.
- Levítico 22:29

Era comum naquele tempo, as pessoas celebrarem festas a Deus e oferecerem ofertas de gratidão, reconhecendo todas as bênçãos concedidas por Ele. O louvor no templo também expressava o agradecimento através dos cânticos e Salmos:

Senhor, quero dar-te graças de todo o coração e falar de todas as tuas maravilhas.
- Salmos 9:1

No Novo Testamento, dois termos gregos são os mais usados para transmitir a ideia de gratidão: eucharistéo e eucharistía. O primeiro, 'Eucharistéo' (verbo) - significa ser grato, agradecer, render graças¹. Esse verbo aparece em 38 versículos.

Antes de tudo, sou grato a meu Deus, mediante Jesus Cristo, por todos vocês, porque em todo o mundo está sendo anunciada a fé que vocês têm.
- Romanos 1:8

Eucharistía (substantivo) - gratidão, reconhecimento; agradecimento, ação de graças, prece de agradecimento². Esse substantivo aparece 15 vezes no Novo Testamento.

O serviço ministerial que vocês estão realizando não está apenas suprindo as necessidades do povo de Deus, mas também transbordando em muitas expressões de gratidão a Deus.
- 2 Coríntios 9:12

3 exemplos de gratidão na Bíblia

1. Dez leprosos são curados

Um dos grandes exemplos de gratidão na Bíblia é bem conhecido: a cura dos 10 leprosos. Enquanto Jesus Cristo estava indo para Jerusalém, dez pessoas leprosas (com doenças de pele) aproximaram-se de Jesus e pediram que os curasse. Após mandar que eles fossem se apresentar no templo, os dez foram curados no meio do caminho. Porém, somente um deles, um samaritano, voltou para agradecer a Jesus.

Um deles, quando viu que estava curado, voltou, louvando a Deus em alta voz. Prostrou-se aos pés de Jesus e lhe agradeceu. Este era samaritano. Jesus perguntou: "Não foram purificados todos os dez? Onde estão os outros nove? Não se achou nenhum que voltasse e desse louvor a Deus, a não ser este estrangeiro?"
- Lucas 17:15-18

Só esse homem, de todos os dez curados, foi grato a Deus. A despeito de ser estrangeiro de Samaria (os samaritanos eram mau-vistos pelos judeus naquele tempo), aquele homem voltou com o coração alegre e reconhecido do que Jesus fez por ele. Quando Deus age nas nossas vidas, devemos louvá-lo em alta voz!

2. O endemoniado gadareno

Nesse episódio, após Jesus ter cruzado o mar da Galileia, Ele e seus discípulos pararam na região dos gadarenos (Gadara). Lá vivia um homem endemoniado, que atormentava os que ali viviam, que era muito forte, a ponto de ninguém conseguir dominá-lo.

Quando Jesus encontrou esse homem, libertou-o da legião de demônios que o possuíam. Quando esse homem se viu livre dos espíritos, ficou completamente grato a Jesus. Sua primeira atitude de gratidão foi tentar se tornar um seguidor de Jesus, mas Cristo lhe disse que deveria anunciar aos seus, o que Deus fez por ele.

Quando Jesus estava entrando no barco, o homem que estivera endemoninhado suplicava-lhe que o deixasse ir com ele. Jesus não o permitiu, mas disse: "Vá para casa, para a sua família e anuncie-lhes quanto o Senhor fez por você e como teve misericórdia de você". Então, aquele homem se foi e começou a anunciar em Decápolis o quanto Jesus tinha feito por ele. Todos ficavam admirados.
- Marcos 5:18-20

Sua gratidão a Deus deve te levar a anunciar o que Jesus fez por você!

3. O Cego Bartimeu

Indo Jesus até Jericó, com seus discípulos, um homem cego chamado Bartimeu estava a beira do caminho. Quando soube que era Jesus que estava passando por lá, gritou até chamar a atenção do Filho de Deus, e Jesus o curou.

"Vá", disse Jesus, "a sua fé o curou". Imediatamente ele recuperou a visão e seguiu Jesus pelo caminho.
- Marcos 10:52

Jesus agiu na vida de todas as pessoas, dando a vida eterna. A semelhança de Bartimeu, devemos seguir os passos de Jesus em gratidão após ele nos salvar.

O que é ser grato a Deus

Estar satisfeito, alegre, sentindo-se agradado pelo que Deus fez, isso é gratidão. Essa virtude nos impulsiona (nos sentimos 'obrigados') a mostrar isso através de palavras e ações. Há uma grande ênfase dos autores bíblicos na ação de dar graças, ou render graças, a Deus. O reconhecimento e a satisfação do coração, expressos em palavras ou atitudes, manifestam a gratidão a Deus por todas as coisas e lhe conferem louvor por isso.

Quando uma pessoa dá graças a Deus, está louvando-O pelo que Ele é e pelo que faz, tal como o salmista fez:

Como é bom render graças ao Senhor e cantar louvores ao teu nome, ó Altíssimo; anunciar de manhã o teu amor leal e de noite a tua fidelidade,
- Salmos 92:1-2

Ser grato a Deus é identificar e declarar que Ele é soberano e bondoso. Ele tem poder sobre nossas vidas. A gratidão a Deus é mais que merecida, porque Ele, em toda sua bondade, entregou seu Filho Jesus Cristo para morrer no lugar dos pecadores, dando acesso à vida eterna.

Além desta dádiva maravilhosa, devemos ser gratos pelas ações de Deus no nosso dia a dia. Devemos ser gratos a Deus por nós e pelas outras pessoas que amamos. Tal como o apóstolo Paulo, que estava grato a Deus pelo crescimento da igreja de Tessalônica:

Como podemos ser suficientemente gratos a Deus por vocês, por toda a alegria que temos diante dele por causa de vocês?
- 1 Tessalonicenses 3:9

Obra Citada

¹ ² Carlo Rusconi. Dicionário do Grego do Novo Testamento. São Paulo: Paulus, 2003.

Veja também: