As 10 pragas do Egito foram eventos terríveis de juízo e demonstração do poder e soberania de Deus. A história dessas catástrofes está registrada no livro de Êxodo, dos capítulos 7 a 12. Faraó resistia em libertar o povo de Israel que era escravizado no Egito há mais de 400 anos. Deus mostrou seu poder humilhando o rei egípcio e todos os seus falsos deuses com 10 pragas:

  1. Sangue
  2. Rãs
  3. Piolhos
  4. Moscas
  5. Morte dos animais
  6. Úlceras
  7. Chuva de pedras
  8. Gafanhotos
  9. Trevas
  10. Morte dos Primogênitos

Depois da última praga, faraó desistiu de enfrentar a Deus e permitiu que o povo saísse do Egito. As 10 pragas do Egito não serviram apenas de lição para os egípcios. Há muitas lições importantes que nós também podemos aprender:

1. Águas transformadas em sangue

"... Toda a água se transformará em sangue, até mesmo a água armazenada em vasilhas de madeira e pedra. Moisés e Arão fizeram como o Senhor tinha ordenado. Arão levantou a vara e feriu as águas do Nilo na presença do faraó e dos seus conselheiros; e toda a água do rio transformou-se em sangue.
Os peixes morreram, e o rio cheirava tão mal que os egípcios não conseguiam beber das suas águas. Havia sangue por toda a terra do Egito".
Êxodo 7:19b-21

Deus manifestou seu propósito de libertar o seu povo do Egito. Moisés e seu irmão Arão falaram com Faraó mas este, com o coração duro, não permitiu que Israel saísse. Então toda a água do Egito, rios, lagos, canais até água armazenada em tanques se transformaram em sangue. Os peixes morreram e ninguém podia beber da água do rio (Ex. 7:14-25).

Lição: A vida vem de Deus
O rio Nilo era a vida do Egito. Não havia outra fonte de água para beber e irrigar a terra. Todos dependiam dele para viver. Quando Deus transformou a água do rio em sangue, foi um golpe fatal na vida do Egito. Além disso, foi uma demonstração da superioridade do Senhor frente às divindades egípcias da fertilidade (deus Hapi - Nilo e algumas espécies de peixes). Deus mostrou que ele é a verdadeira fonte de toda vida.

2. Praga das Rãs

Se você se recusar a deixá-lo sair, enviarei uma praga de rãs sobre todo o seu território. O Senhor também disse a Moisés: Diga a Arão: Estenda a vara que traz em sua mão sobre todos os rios, canais e açudes do Egito e faça subir rãs sobre toda a terra. Arão estendeu a mão sobre as águas do Egito, e as rãs subiram e cobriram toda a terra.
Êxodo 8:2, 5-6

A segunda praga foi outra prova da autoridade de Deus sobre toda a natureza. Faraó se negou a libertar o povo de Israel, por isso o Egito sofreu com o aparecimento de uma enorme quantidade de sapos. As rãs invadiram o país e ficaram fora de controle! Elas abandonaram seu habitat natural e invadiram as casas dos egípcios, estavam por toda parte (Ex. 8:1-15).

Lição: A natureza obedece a Deus
A ordem da natureza foi mudada pelo propósito de Deus. O Senhor mostrou que é superior a toda criatura. Deus é quem mantém a ordem na natureza e Ele tem poder para controlar o que acontece. O Egito viu o animal que idolatrava servindo de instrumento para os atormentar (a rã era outro ídolo egípcio - deusa Heqet, associada ao Nilo - símbolos de fertilidade). 

3. Praga dos Piolhos

Então o Senhor disse a Moisés: Diga a Arão: Estenda a vara e bata no chão. O pó se transformará em enxames de piolhos em toda a terra do Egito. Moisés e Arão assim fizeram. Quando Arão estendeu a mão e bateu no chão com a vara, piolhos infestaram toda a terra e cobriram os egípcios e seus animais. Todo o pó da terra do Egito se transformou em piolhos.
Êxodo 8:16-17

Essa praga surgiu a partir do pó da terra. Deus mandou que Arão batesse a vara no chão e o pó da terra do Egito se transformou em piolhos. Essa peste infestou pessoas e animais. Dessa vez, os magos egípcios não conseguiram reproduzir esse milagre e admitiram: "Isso é o dedo de Deus". 

Lição: Outras religiões têm poder limitado
Com a praga de piolhos, até os magos do faraó tiveram que reconhecer a impotência de suas religiões ocultas. Eles não conseguiam imitar os milagres de Deus com suas magias e encantamentos. Deus é todo poderoso! Ele é maior que qualquer outra força nesse mundo.

Ilustração de enxame de moscas no Egito
Imagem de Moody Publishers via FreeBibleimages.org.

4. Praga das Moscas

Se você não deixar meu povo ir, enviarei enxames de moscas para atacar você, os seus conselheiros, o seu povo e as suas casas. As casas dos egípcios, bem como o chão em que pisam, se encherão de moscas. (...) Assim fez o Senhor, e vieram grandes enxames de moscas à casa de Faraó, às casas dos seus oficiais e sobre toda a terra do Egito. E a terra ficou arruinada com estes enxames.
Êxodo 8:21,24

Por causa da dureza do coração de Faraó, Deus enviou a quarta praga: grandes enxames de moscas. Quando Deus enviou as moscas, ele fez distinção entre egípcios e hebreus. Do lado das terras do Egito todos eram assolados pelas moscas, mas na terra dos israelitas não havia (Ex. 8:20-32).

Lição: Deus cuida do seu povo
Deus marca a diferença entre o Seu povo e o povo que não confia Nele nem O obedece.Apesar das dificuldades, o Senhor dá livramentos àqueles que são Seus.  Quem ama a Deus e O segue está debaixo de sua proteção. Ele protege e livra os justos do castigo dos ímpios.

5. Peste sobre os animais

"Se você continuar a detê-lo e a recusar-se a deixá-lo sair, a mão do Senhor ferirá com uma praga mortal todos os seus animais: cavalos, jumentos, camelos, bois e ovelhas. (...) O Senhor fez como tinha dito. Na manhã seguinte, todos os animais dos egípcios morreram, mas os israelitas não perderam um só animal."
Êxodo 9:2-3,6

Depois de Faraó recusar libertar o povo de Israel mais uma vez, Deus anunciou mais um juízo contra os egípcios: morte dos rebanhos de animais. Na sociedade dessa época, os rebanhos eram uma fonte essencial de matéria-prima para o trabalho, era a base do comércio, além de uma fonte importante de alimento. Em um dia, Deus destruiu todos os rebanhos dos egípcios! (Ex. 9:1-7)

Lição: Riqueza não é segurança 
A segurança financeira e fonte de lucros dos egípcios foram devastados num instante. Eles idolatravam deuses ligados à prosperidade dos rebanhos. Os bens materiais, assim como os falsos deuses, desaparecem muito depressa. Não devemos pôr nossa confiança neles nem fazer do dinheiro nosso deus. Somente Deus é o nosso sustento e segurança! 

Ilustração Moisés perante Faraó, início da praga das úlceras
Imagem de Sweet Publishing via FreeBibleimages.org

6. Praga das Úlceras

As cinzas se espalharão sobre a terra do Egito como poeira fina e provocarão feridas purulentas nas pessoas e nos animais em todo o Egito. Eles pegaram cinza de um forno e se apresentaram a Faraó. Moisés atirou a cinza para o ar, e ela se transformou em tumores que se arrebentavam em úlceras nas pessoas e nos animais.
Êxodo 9:9-10

Mais uma vez, Moisés e Arão foram enviados por Deus ao Faraó, que manteve-se teimoso não permitindo que o povo fosse adorar ao Senhor. Deus ordenou que Moisés lançasse para cima um punhado de cinzas e aquele pó fino provocou úlceras que estouravam na pele nos homens e nos animais. Mais uma vez o Senhor provou que tem poder e autoridade sobre a vida e a saúde de todos (Ex. 9:8-12).

Lição: A saúde depende de Deus 
"Ao menos tenho a saúde" - muitas pessoas dizem isso quando acontece uma desgraça. Mas a saúde também não é garantia! Deus enviou feridas sobre os egípcios. Não se apoie na sua própria força ou vitalidade, até isso é passageiro. Nossa saúde depende da vontade de Deus.

7. Chuva de pedras (Saraiva)

Por isso, amanhã, a esta hora, enviarei a tempestade de granizo mais devastadora de toda a história do Egito. Então o Senhor disse a Moisés: Estenda a mão em direção ao céu para que caia granizo sobre toda a terra do Egito, sobre as pessoas, sobre os animais e sobre todas as plantas em toda a terra do Egito.
Êxodo 9:18,22

Não há ninguém como o Senhor! Apesar de todos esses sinais o rei do Egito continuava a se exaltar, subjugando o povo de Deus à escravidão. Dessa vez, Deus enviou um temporal de granizo e trovões jamais visto antes. Deus ainda advertiu aos egípcios para que recolhessem os trabalhadores e gado que estivessem no campo para serem poupados (Ex. 9:13-35).

Lição: Há segurança para quem obedece
Antes de enviar a tempestade de granizo, Deus avisou. Aqueles que acreditaram abrigaram seus rebanhos e servos e foram salvos. Mas todos que não prestaram atenção viram sua propriedade destruída. Deus livra quem lhe obedece e faz sua vontade. Quem despreza os avisos de Deus causa sua própria destruição.

Ilustração da sequência das pragas do Egito
Imagem de John Paul Stanley / YoPlace.com via FreeBibleimages.org

8. Praga dos Gafanhotos

Moisés e Arão foram ver o faraó novamente e lhe disseram: Assim diz o Senhor, o Deus dos hebreus: Até quando você se recusará a submeter-se a mim? Deixe meu povo sair para me adorar.
Se você se recusar, tome cuidado! Amanhã trarei sobre seu território uma nuvem de gafanhotos.
(...) Mas o Senhor disse a Moisés: "Estenda a mão sobre o Egito para que os gafanhotos venham sobre a terra e devorem toda a vegetação, tudo o que foi deixado pelo granizo".
Êxodo 10:3-4,12

Faraó tão obstinado não quis se submeter à autoridade de Deus. Até pensou em fazer uma concessão deixando sair somente os homens para adorar ao Senhor. Mas Deus é quem dá a palavra final. Ordenou e uma nuvem de gafanhotos jamais vista se ajuntou sobre todo o território do Egito. Eles devastaram toda erva e árvores que ainda tinham sobrevivido (Ex. 10:1-20).

Lição: O sustento vem de Deus 
A praga de gafanhotos acabou com toda comida que tinha sobrado das outras pragas. Os egípcios iriam passar fome. Deus é o dono de toda a terra, Ele sustenta o mundo com comida e supre outras necessidades essenciais. O Senhor tem poder para tirar e para dar. Deus sustenta quem crê nele, dando aquilo que é preciso para viver.

9. Praga das Trevas

Então o Senhor disse a Moisés: Estenda a mão para o céu, e virão trevas sobre a terra do Egito, trevas que se possam apalpar. Moisés estendeu a mão para o céu, e por três dias houve densas trevas em todo o Egito. Ninguém pôde ver ninguém, nem sair do seu lugar durante três dias. Todavia, todos os israelitas tinham luz nos locais em que habitavam.
Êxodo 10:21-23

Dessa vez faltou a luz: houve uma escuridão total.  Um bem tido como garantido para todos na terra, deixou o território do Egito. Quando as trevas caíram sobre o Egito, ninguém conseguiu fazer nada durante três dias. Tudo parou. A escuridão tomou conta de todos os egípcios por causa de sua desobediência e teimosia (Ex. 10:21-29).

Lição: Tudo que fazemos depende de Deus
Deus é soberano sobre toda a nossa vida, todas as nossas ações, tudo o que fazemos. Mais uma vez os falsos deuses egípcios (deus sol - Amon Rá, Aton e Hórus) foram humilhados diante do poder do Deus Criador. As criaturas de todo universo, como o sol, lua e astros, estão submetidas à autoridade de Deus.  Ele é a luz de quem o ama mas quem o rejeita vive em trevas.

Imagem de uma porta com sangue nos umbrais, formando sinal da cruz
Imagem de John Paul Stanley / YoPlace.com via FreeBibleimages.org

10. Praga sobre os Primogênitos

Todos os primogênitos do Egito morrerão, desde o filho mais velho do faraó, herdeiro do trono, até o filho mais velho da escrava que trabalha no moinho, e também todas as primeiras crias do gado.
Haverá grande pranto em todo o Egito, como nunca houve antes nem jamais haverá. (...)
Aconteceu que, à meia-noite, o Senhor matou todos os primogênitos na terra do Egito, desde o primogênito de Faraó, que se assentava no seu trono, até o primogênito do prisioneiro que estava na cadeia, e todos os primogênitos dos animais. Faraó levantou-se de noite, ele, todos os seus oficiais e todos os egípcios; e houve grande clamor no Egito, pois não havia casa em que não houvesse um morto.
Êxodo 11:5-6, 12:29-30

A última praga foi a morte de todos os primeiros filhos. Dos 10, este foi o pior juízo executado sobre o Egito, pois trouxe morte a todas as casas. Não só as posses, sustento e bem estar foram afetados, mas a própria vida e descendência das famílias pereceriam. Novamente houve distinção entre o povo de Deus e o povo egípcio: houve morte dos primogênitos de pessoas e animais egípcios, mas os israelitas foram salvos pelo Senhor (Ex. 11:1-10 e 12:1-33).

Lição: Deus salva 
Deus providenciou salvação para as famílias dos hebreus: um cordeiro morreria no lugar do filho mais velho de cada família. O sangue do cordeiro na porta seria o sinal para o anjo da morte não matar.
Da mesma forma, a morte e a condenação vêm sobre todos, mas Deus enviou Jesus para morrer em nosso lugar. Quem tem Jesus tem a salvação. Cabe a cada um decidir se aceita o livramento oferecido por Deus através de Seu Filho, ou não. Jesus salva da pior praga de todos os tempos: a morte eterna.