Joabe mata Abner (episódio bíblico)

Todas as passagens da Bíblia sobre o episódio "Joabe mata Abner".

2 Samuel 3

22 Naquele momento os soldados de Davi e Joabe voltavam de um ataque, trazendo muitos bens. Abner, porém, já não estava com Davi em Hebrom, porque Davi o tinha deixado partir em paz.

23 Quan­do Joabe chegou com todo o seu exército, contaram-lhe que Abner, filho de Ner, se apresentara ao rei, que o tinha deixado ir em paz.

24 Então Joabe foi falar com o rei e lhe disse: "Que foi que fizeste? Abner veio à tua presença e o deixaste ir?

25 Co­nheces Abner, filho de Ner; ele veio para enganar-te, observar os teus movimentos e descobrir tudo o que estás fazendo".

26 Saindo da presença de Davi, Joabe enviou men­sageiros atrás de Abner, e eles o trouxeram de volta, desde a cisterna de Sirá. Mas Davi não ficou sabendo disso.

27 Quando Abner retornou a He­brom, Joabe o chamou à parte, na porta da cidade, sob o pretexto de falar-lhe em particular, e ali mesmo o feriu no estômago. E Abner morreu por ter derramado o sangue de Asael, irmão de Joabe.

28 Mais tarde, quando Davi soube o que tinha acontecido, disse: "Eu e o meu reino, perante o Senhor, somos para sempre inocentes do sangue de Abner, filho de Ner.

29 Caia a responsabilidade pela morte dele sobre a cabeça de Joabe e de toda a sua família! Jamais falte entre os seus descendentes quem sofra fluxo ou lepra, quem use muletas, quem morra à espada, ou quem passe fome".

30 Assim, Joabe e seu irmão Abisai mataram Abner, porque ele havia matado Asael, irmão deles, na batalha de Gibeom.

31 Então Davi disse a Joabe e a todo o exército que o acompanhava: "Rasguem suas vestes, vistam roupas de luto e vão chorando à fren­te de Abner". E o rei Davi seguiu atrás da maca que levava o corpo.

32 Enterraram-no em He­brom, e o rei chorou em alta voz junto ao túmulo de Abner, como também todo o povo.

33 Então o rei cantou este lamento por Abner:
"Por que morreu Abner
como morrem os insensatos?

34 Suas mãos não estavam algemadas
nem seus pés acorrentados.
Você caiu como quem cai
perante homens perversos".
E todo o povo chorou ainda mais por ele.

35 Depois, quando o povo insistiu com Davi que comesse alguma coisa en­quanto ainda era dia, Davi fez este juramento: "Deus me castigue com todo o rigor, caso eu prove pão ou qualquer outra coisa antes do pôr do sol!"

36 Todo o povo ouviu isso e o aprovou; de fato, tudo o que o rei fazia o povo aprovava.

37 Assim, naquele dia, todo o povo e todo o Israel reconheceram que o rei não tivera participação no assassinato de Abner, filho de Ner.

38 Então o rei disse aos seus conselheiros: "Não percebem que caiu hoje em Israel um líder, um grande homem?

39 Embora rei ungido, ainda sou fraco, e esses filhos de Zeruia são mais fortes do que eu. Que o Senhor retribua ao malfeitor de acordo com as suas más obras!"

Leia o Capítulo Completo
Quer Receber Mensagens Bíblicas?