Salmo 119:48-52


48 A ti levanto minhas mãos
e medito nos teus decretos.

49 Lembra-te da tua palavra ao teu servo,
pela qual me deste esperança.

50 Este é o meu consolo no meu sofrimento:
A tua promessa dá-me vida.

51 Os arrogantes zombam de mim
o tempo todo,
mas eu não me desvio da tua lei.

52 Lembro-me, Senhor,
das tuas ordenanças do passado
e nelas acho consolo.

Leia o capítulo completo: Salmo 119

A ti levanto minhas mãos
e medito nos teus decretos. Lembra-te da tua palavra ao teu servo,
pela qual me deste esperança. Este é o meu consolo no meu sofrimento

Esta passagem em outras versões da Bíblia

48 Também levantarei as minhas mãos para os teus mandamentos, que amo, e meditarei nos teus estatutos.

49 Lembra-te da palavra dada ao teu servo, na qual me fizeste esperar.

50 Isto é a minha consolação na minha angústia, que a tua promessa me vivifica.

51 Os soberbos zombaram grandemente de mim; contudo não me desviei da tua lei.

52 Lembro-me dos teus juízos antigos, ó Senhor, e assim me consolo.

Versão Almeida Revista e Atualizada
Também levantarei as minhas mãos para os teus mandamentos, que amo, e meditarei nos teus estatutos.Lembra-te da palavra dada ao teu servo, na qual me fizeste es

48 Também levantarei as minhas mãos para os teus mandamentos, que amo, e meditarei nos teus estatutos.

49 Lembra-te da palavra dada ao teu servo, na qual me fizeste esperar.

50 Isto é a minha consolação na minha angústia, porque a tua palavra me vivificou.

51 Os soberbos zombaram grandemente de mim; apesar disso, não me desviei da tua lei.

52 Lembrei-me dos teus juízos antiqüíssimos, ó SENHOR, e, assim, me consolei.

Versão Almeida Revista e Corrigida
Também levantarei as minhas mãos para os teus mandamentos, que amo, e meditarei nos teus estatutos.Lembra-te da palavra dada ao teu servo, na qual me fizeste es

Quer Receber Mensagens Bíblicas?