Oração de David. (episódio bíblico)

Compartilhar no Facebook

Todas as passagens da Bíblia sobre o episódio "Oração de David.".

Este episódio está presente em:

Leia todos os textos deste episódio:

Salmos 7

1 Senhor, meu Deus, em ti me refugio;
salva-me e livra-me de todos
os que me perseguem,

2 para que, como leões,
não me dilacerem nem me despedacem,
sem que ninguém me livre.

3 Senhor, meu Deus, se assim procedi,
se nas minhas mãos há injustiça,

4 se fiz algum mal a um amigo
ou se poupei sem motivo o meu adversário,

5 persiga-me o meu inimigo até me alcançar,
no chão me pisoteie e aniquile a minha vida,
lançando a minha honra no pó.

6 Levanta-te, Senhor, na tua ira;
ergue-te contra o furor dos meus adversários.
Desperta-te, meu Deus! Ordena a justiça!

7 Reúnam-se os povos ao teu redor.
Das alturas reina sobre eles.

8 O Senhor é quem julga os povos.
Julga-me, Senhor, conforme a minha justiça,
conforme a minha integridade.

9 Deus justo,
que sondas a mente e o coração dos homens,
dá fim à maldade dos ímpios
e ao justo dá segurança.

10 O meu escudo está nas mãos de Deus,
que salva o reto de coração.

11 Deus é um juiz justo,
um Deus que manifesta cada dia o seu furor.

12 Se o homem não se arrepende,
Deus afia a sua espada,
arma o seu arco e o aponta,

13 prepara as suas armas mortais
e faz de suas setas flechas flamejantes.

14 Quem gera a maldade concebe sofrimento
e dá à luz a desilusão.

15 Quem cava um buraco e o aprofunda
cairá nessa armadilha que fez.

16 Sua maldade se voltará contra ele;
sua violência cairá sobre a sua própria cabeça.

17 Darei graças ao Senhor por sua justiça;
ao nome do Senhor Altíssimo
cantarei louvores.

Salmos 17

1 Ouve, Senhor, a minha justa queixa;
atenta para o meu clamor.
Dá ouvidos à minha oração,
que não vem de lábios falsos.

2 Venha de ti a sentença em meu favor;
vejam os teus olhos onde está a justiça!

3 Provas o meu coração e de noite me examinas;
tu me sondas e nada encontras;
decidi que a minha boca não pecará

4 como fazem os homens.
Pela palavra dos teus lábios
eu evitei os caminhos do violento.

5 Meus passos seguem firmes nas tuas veredas;
os meus pés não escorregaram.

6 Eu clamo a ti, ó Deus, pois tu me respondes;
inclina para mim os teus ouvidos
e ouve a minha oração.

7 Mostra a maravilha do teu amor,
tu, que com a tua mão direita salvas
os que em ti buscam proteção
contra aqueles que os ameaçam.

8 Protege-me como à menina dos teus olhos;
esconde-me à sombra das tuas asas,

9 dos ímpios que me atacam com violência,
dos inimigos mortais que me cercam.

10 Eles fecham o coração insensível
e com a boca falam com arrogância.

11 Eles me seguem os passos e já me cercam;
seus olhos estão atentos,
prontos para derrubar-me.

12 São como um leão ávido pela presa,
como um leão forte agachado na emboscada.

13 Levanta-te, Senhor!
Confronta-os! Derruba-os!
Com a tua espada livra-me dos ímpios.

14 Com a tua mão, Senhor,
livra-me de homens assim,
de homens deste mundo,
cuja recompensa está nesta vida.
Enche-lhes o ventre de tudo
o que lhes reservaste;
sejam os seus filhos saciados,
e o que sobrar fique para os seus pequeninos.

15 Quanto a mim, feita a justiça, verei a tua face;
quando despertar, ficarei satisfeito
ao ver a tua semelhança.

Salmos 86

1 Inclina os teus ouvidos, ó Senhor,
e responde-me,
pois sou pobre e necessitado.

2 Guarda a minha vida, pois sou fiel a ti.
Tu és o meu Deus;
salva o teu servo que em ti confia!

3 Misericórdia, Senhor,
pois clamo a ti sem cessar.

4 Alegra o coração do teu servo,
pois a ti, Senhor, elevo a minha alma.

5 Tu és bondoso e perdoador, Senhor,
rico em graça
para com todos os que te invocam.

6 Escuta a minha oração, Senhor;
atenta para a minha súplica!

7 No dia da minha angústia clamarei a ti,
pois tu me responderás.

8 Nenhum dos deuses é comparável a ti, Senhor,
nenhum deles pode fazer o que tu fazes.

9 Todas as nações que tu formaste
virão e te adorarão, Senhor,
e glorificarão o teu nome.

10 Pois tu és grande
e realizas feitos maravilhosos;
só tu és Deus!

11 Ensina-me o teu caminho, Senhor,
para que eu ande na tua verdade;
dá-me um coração inteiramente fiel,
para que eu tema o teu nome.

12 De todo o meu coração te louvarei,
Senhor, meu Deus;
glorificarei o teu nome para sempre.

13 Pois grande é o teu amor para comigo;
tu me livraste das profundezas do Sheol.

14 Os arrogantes estão me atacando, ó Deus;
um bando de homens cruéis,
gente que não faz caso de ti
procura tirar-me a vida.

15 Mas tu, Senhor,
és Deus compassivo e misericordioso,
muito paciente, rico em amor e em fidelidade.

16 Volta-te para mim! Tem misericórdia de mim!
Concede a tua força a teu servo
e salva o filho da tua serva.

17 Dá-me um sinal da tua bondade,
para que os meus inimigos vejam
e sejam humilhados,
pois tu, Senhor, me ajudaste e me consolaste.