Leis para os sacerdotes (episódio bíblico)

Compartilhar no Facebook

Todas as passagens da Bíblia sobre o episódio "Leis para os sacerdotes".

Levítico 21

1 Disse ainda o Senhor a Moisés: "Diga o seguinte aos sacerdotes, os filhos de Arão: Um sacerdote não poderá tornar-se impu­ro por causa de alguém do seu povo que venha a morrer,

2 a não ser por um parente próximo, como mãe ou pai, filho ou filha, irmão

3 ou ir­mã virgem dependente dele por ainda não ter marido; por causa dela, poderá tornar-se impu­ro.

4 Não poderá tornar-se impuro e contaminar-se por causa de parentes por casamento.

5 "Os sacerdotes não raparão a cabeça, nem apararão as pontas da barba, nem farão cortes no corpo.

6 Serão santos ao seu Deus e não profanarão o nome do seu Deus. Pelo fato de apresentarem ao Senhor as ofertas preparadas no fogo, ofertas de alimento do seu Deus, serão santos.

7 "Não poderão tomar por mulher uma prostituta, uma moça que tenha perdido a vir­gindade, ou uma mulher divorciada do seu ma­rido, porque o sacerdote é santo ao seu Deus.

8 Considerem-no santo, porque ele oferece o alimento do seu Deus. Considerem-no santo, porque eu, o ­Senhor, que os santifico, sou san­to.

9 "Se a filha de um sacerdote se corrom­per, tornando-se prostituta, desonra seu pai; deverá morrer queimada.

10 "O sumo sacerdote, aquele entre seus irmãos sobre cuja cabeça tiver sido derramado o óleo da unção, e que tiver sido consagrado para usar as vestes sacerdotais, não andará des­cabelado nem rasgará as roupas em sinal de luto.

11 Não entrará onde houver um cadáver. Não se tornará impuro, nem mesmo por causa do seu pai ou da sua mãe;

12 e não deixará o san­tuário do seu Deus nem o profanará, porquanto foi consagrado pelo óleo da unção do seu Deus. Eu sou o Senhor.

13 "A mulher que ele tomar terá que ser virgem.

14 Não poderá ser viúva, nem divorcia­da, nem moça que perdeu a virgindade, nem prostituta, mas terá que ser uma virgem do seu próprio povo,

15 assim ele não profanará a sua descendência em meio ao seu povo. Eu sou o Senhor, que o santifico".

16 Disse ainda o Senhor a Moisés:

17 "Di­ga a Arão: Pelas suas gerações, nenhum dos seus descendentes que tenha algum defeito po­derá aproximar-se para trazer ao seu Deus ofer­tas de alimento.

18 Nenhum homem que tenha algum defeito poderá aproximar-se: ninguém que seja cego ou aleijado, que tenha o rosto defeituoso ou o corpo deformado;

19 ninguém que tenha o pé ou a mão defeituosos,

20 ou que seja corcunda ou anão, ou que tenha qualquer defeito na vista, ou que esteja com feridas puru­lentas ou com fluxo, ou que tenha testículos defeituosos.

21 Nenhum descendente do sacerdo­te Arão que tenha qualquer defeito poderá aproximar-se para apresentar ao Senhor ofer­tas preparadas no fogo. Tem defeito; não pode­rá aproximar-se para trazê-las ao seu Deus.

22 Po­derá comer o alimento santíssimo de seu Deus e também o alimento santo;

23 contudo, por causa do seu defeito, não se apro­ximará do véu nem do altar, para que não profane o meu santuário. Eu sou o Senhor, que os santifico".

24 Foi isso que Moisés falou a Arão e a seus filhos e a todos os israelitas.

Levítico 22

1 Disse o Senhor a Moisés:

2 "Diga a Arão e a seus filhos que tratem com respeito as ofertas sagradas que os israelitas me consagra­rem, para que não profanem o meu santo nome. Eu sou o Senhor.

3 "Avise-lhes que, se, em suas futuras gerações, algum dos seus descendentes estiver impuro ao se aproximar das ofertas sagra­das que os israelitas consagrarem ao Senhor, será eliminado da minha presença. Eu sou o Senhor.

4 "Nenhum descendente de Arão que tenha lepra ou fluxo no corpo poderá comer das ofertas sagradas até que esteja purificado. Também estará impuro se tocar em algo conta­minado por um cadáver, ou se lhe sair o sêmen,

5 ou se tocar em alguma criatura ou em alguém que o torne impuro, seja qual for a impureza.

6 Aquele que neles tocar ficará impuro até a tar­de. Não poderá comer das ofertas sagradas, a menos que se tenha banhado com água.

7 Depois do pôr do sol estará puro e então poderá comer as ofertas sagradas, pois são o seu alimento.

8 Também não poderá comer animal encontrado morto ou despedaçado por animais selvagens, pois se tornaria impuro por causa deles. Eu sou o Senhor.

9 "Os sacerdotes obedecerão aos meus preceitos, para que não sofram as consequênci­as do seu pecado nem sejam executados por tê-los profanado. Eu sou o Senhor, que os santifi­co.

10 "Somente o sacerdote e a sua família poderão comer da oferta sagrada; não poderá comê-la o seu hóspede nem o seu empregado.

11 Mas, se um sacerdote comprar um escravo, ou se um escravo nascer em sua casa, esse escravo poderá comer do seu alimento.

12 Se a filha de um sacerdote se casar com alguém que não seja sacerdote, não poderá comer das ofertas sagra­das.

13 Mas, se a filha de um sacerdote ficar viú­va ou se divorciar, não tiver filhos e voltar a viver na casa do pai como na sua juventude, poderá comer do alimento do pai, mas dele não poderá comer ninguém que não seja da família do sacerdote.

14 "Se alguém, sem intenção, comer uma oferta sagrada, fará restituição da oferta ao sa­cerdote e lhe acrescentará um quinto do seu valor.

15 "Os sacerdotes não profanarão as ofer­tas sagradas que os israelitas apresentam ao Senhor,

16 permitindo-lhes comê-las e trazendo assim sobre eles culpa que exige reparação. Eu sou o Senhor que os santifico".

Leia o Capítulo Completo
Mensagens Bíblicas por Email: