Êxodo 23

Compartilhar no Facebook

Versículos do Êxodo 23 do livro Êxodo da Bíblia.

Leis de justiça e misericórdia

1 "Ninguém faça declarações falsas nem seja cúmplice do ímpio, sendo-lhe testemunha mal-intencionada.

2 "Não acompanhe a maioria para fazer o mal. Ao testemunhar num processo, não per­verta a justiça para apoiar a maioria,

3 nem para favorecer o pobre num processo.

4 "Se você encontrar perdido o boi ou o jumento que pertence ao seu inimigo, leve-o de volta a ele.

5 Se você vir o jumento de alguém que o odeia caído sob o peso de sua carga, não o aban­done, procure ajudá-lo.

6 "Não perverta o direito dos pobres em seus processos.

7 Não se envolva em falsas acu­sações nem condene à morte o inocente e o justo, porque não absolverei o culpado.

8 "Não aceite suborno, pois o suborno cega até os que têm discernimento e prejudica a causa do justo.

9 "Não oprima o estrangeiro. Vocês sa­bem o que é ser estrangeiro, pois foram estran­geiros no Egito.

Leis sobre o sábado

10 "Plantem e colham em sua terra duran­te seis anos,

11 mas no sétimo deixem-na descan­sar sem cultivá-la. Assim os pobres do povo poderão comer o que crescer por si, e o que restar ficará para os animais do campo. Façam o mesmo com as suas vinhas e com os seus oli­vais.

12 "Em seis dias façam os seus trabalhos, mas no sétimo não trabalhem, para que o seu boi e o seu jumento possam descansar, e o seu escravo e o estrangeiro renovem as forças.

13 "Tenham o cuidado de fazer tudo o que ordenei a vocês. Não invoquem o nome de outros deuses; não se ouçam tais nomes dos seus lábios.

As três festas anuais

14 "Três vezes por ano vocês me celebra­rão festa.

15 "Celebrem a festa dos pães sem fer­mento; durante sete dias comam pão sem fer­mento, como ordenei a vocês. Façam isso na época determinada do mês de abibe, pois nesse mês vocês saíram do Egito.
"Ninguém se apresentará a mim de mãos vazias.

16 "Celebrem a festa da colheita dos pri­meiros frutos do seu trabalho de semeadura.
"Celebrem a festa do encerramento da colheita quando, no final do ano, vocês arma­zenarem as colheitas.

17 "Três vezes por ano todos os homens devem comparecer diante do Senhor, o Soberano.

18 "Não ofereçam o sangue de um sacrifí­cio feito em minha honra com pão fermentado.
"A gordura das ofertas de minhas festas não deverá ser guardada até a manhã seguinte.

19 "Tragam ao santuário do Senhor, o seu Deus, o melhor dos primeiros frutos das suas colheitas.
"Não cozinhem o cabrito no leite da própria mãe.

O anjo de Deus

20 "Eis que envio um anjo à frente de vocês para protegê-los por todo o caminho e fazê-los chegar ao lugar que preparei.

21 Prestem atenção e ouçam o que ele diz. Não se rebelem contra ele, pois não perdoará as suas transgres­sões, pois nele está o meu nome.

22 Se vocês ouvirem atentamente o que ele disser e fizerem tudo o que lhes ordeno, serei inimigo dos seus inimigos, e adversário dos seus adversários.

23 O meu anjo irá à frente de vocês e os fará chegar à terra dos amorreus, dos hititas, dos ferezeus, dos cananeus, dos heveus e dos jebuseus, e eu os exterminarei.

24 Não se curvem diante dos deuses deles, nem lhes prestem culto, nem si­gam as suas práticas. Destruam-nos totalmente e quebrem as suas colunas sagradas.

25 Pres­tem culto ao Senhor, o Deus de vocês, e ele os aben­çoará, dando a vocês alimento e água. Tirarei a doença do meio de vocês.

26 Em sua terra ne­nhuma grávida perderá o filho nem haverá mu­lher estéril. Farei completar-se o tempo de dura­ção da vida de vocês.

27 "Mandarei adiante de vocês o meu terror, que porá em confusão todas as nações que vocês encontrarem. Farei que todos os seus inimigos virem as costas e fujam.

28 Causarei pânico entre os heveus, os cananeus e os hititas para expulsá-los de diante de vocês.

29 Não os expulsarei num só ano, pois a terra se tornaria desolada e os animais selvagens se multiplicariam, ameaçando vocês.

30 Eu os expulsarei aos poucos, até que vocês sejam numerosos o sufi­ciente para tomarem posse da terra.

31 "Estabelecerei as suas fronteiras desde o mar Vermelho até o mar dos filisteus, e des­de o deserto até o Eufrates. Entregarei em suas mãos os povos que vivem na terra, os quais vocês expulsarão de diante de vocês.

32 Não façam aliança com eles nem com os seus deuses.

33 Não deixem que esses povos morem na terra de vocês, senão eles os levarão a pecar contra mim, porque prestar culto aos deuses deles será uma armadilha para vocês".

« Êxodo 22 « Êxodo 23 » Êxodo 24 »